Mulheres e o Tefilin

Ao ver esta campanha você pode pensar: o Tefilin é uma maneira de se unir a D-us. Mas ele é destinado somente aos homens. E quanto as mulheres?

Em um nível mais simples, o motivo da existência dos mandamentos é estabelecer um elo com D-us. A maneira mais profunda de fazer isto consiste em assemelhar-se a Ele.

Há um meio pelo qual as mulheres se assemelham a D-us, de tal modo que nenhum homem poderia sequer aspirar a fazê-lo. Somente a mulher pode criar dentro do seu corpo.Somente a mulher pode gerar uma criança. Neste sentido, a mulher compartilha os atributos de D-us mais intimamente que o homem.

Os cabalistas nos ensinam que o Tefilin para a mão representa o elemento feminino. A cavidade única, afirmam eles, representaria o útero, e as bobinas, o cordão umbilical.

O que o homem compartilha com o objeto, a mulher compartilha com o seu próprio corpo.

A caixa dos Tefilin é chamada Bayit (literalmente, casa). A mulher também tem o seu Bayit - o lar onde ela cria a sua família. Pode-se dizer que o lar da mulher é o seu Tefilin.

As mulheres assemelham-se a D-us através do seu Tefilin, assim como o homem o faz mediante o seu. A totalidade do mundo é a casa de D-us, e o atributo que leva a ela é denominado Shechiná, ou Presença Divina. É interessante notar que a palavra Shechina é do gênero feminino. Os cabalistas a chamam a Akeret Habayit (literalmente, a dona da casa).

Há dois elementos básicos no judaísmo: a casa e a sinagoga. Ao contrário das outras religiões, onde o templo é primordial, o judaísmo trata o lar e a sinagoga como iguais. Alguns dos nossos rituais mais importantes pertencem exclusivamente ao lar, como o Sêder, a Sucá, a mesa de Shabat e as velas de Chanucá. A continuidade do judaísmo repousa sobre o lar mais do que sobre qualquer outra coisa. Como ensinam os nossos sábios: “Se não há cordeiros, não pode haver carneiros”.

Este Bayit (o lar) é o Tefilin da mulher. É a sua contribuição para a imagem global da finalidade de D-us.

Digno de ser notado é que D-us disse a Moisés: “É isto o que deves dizer à família de Jacob e ensinar aos filhos de Israel” (Êxodos 19:3). O comentarista Rashi sobre esse versículo diz que “ a família de Jacob” se refere às mulheres judias. Se a Torá não entra primeiro no lar judeu, não pode haver a continuidade do judaísmo.

Este espírito de Torá no lar judaico (Bayit) é semelhante aos pergaminhos da Torá nas caixas dos Tefilin (Bayit). Este é o reino da mulher.

Portanto, é desta maneira que as mulheres devem colocar seu “Tefilin” com muito amor e carinho. Além disso, é a mulher que ensinará aos filhos as coisas mais importantes da vida... incluindo a importância do Tefilin.

Encomende o seu Tefilin

Um projeto

Shluchim Office Sinagoga Morumbi
Tefilin